Missão e valores

O Universo inteiro numa casa...

Uma casa. O lar de memórias, encontros e tertúlias. Um espaço de criação em permanente evolução.  CASA FLORBELA ESPANCA pretende ser um projeto inovador em Vila Viçosa e uma homenagem a uma mulher extraordinária. Num formato contemporâneo a CASA FLORBELA ESPANCA  através da sensação do espaço e das peças do quotidiano da poetisa, assim como das palavras que compõem a sua escrita. Uma casa maior do que as suas paredes a abraçar o universo feminino de Florbela, uma  casa onde cabe o universo inteiro.

A CASA FLORBELA ESPANCA  será uma energia ativa, positiva e combustível  de Cultura, fazendo uso do seu próprio programa de atividades, consistente e multifacetado, dando a conhecer ao mundo o universo Florbela Espanca: Ela, a  menina que cresceu sem pai. A adolescente apaixonada por livros. A estudante de Direito muito à frente no seu tempo. Tão à frente do seu tempo que o seu tempo não a compreendeu:  A mulher, de intensidade avassaladora em tudo o que sente e faz.  A escritora. A jornalista. A feminista. A professora. A neurótica? A suicida.?Todas as mulheres, tantas mulheres numa só, autora de uma obra de qualidade inquestionável mas que estranhamente, quase tão estranhamente como amava, nunca foi devidamente amada e reconhecida.

A CASA pretende devolver à memória de Florbela Espanca a glória que lhe foi negada em vida. E pretende contribuir ainda, de forma ativa e transversal, para a criação de sinergias locais, nacionais e além-fronteiras que venham  através da cultura e da participação criativa, devolver a esta vila do sul de Portugal a importância histórica dos tempos áureos da Casa Real de Bragança e a força do local de peregrinação e devoção a Nossa Senhora da Conceição. Florbela Espanca merece-o – e Vila Viçosa também.

Da ruína à glória

Florbela d’Alma da Conceição Espanca. O nome por ela escolhido, pleno de simbolismo, da poetisa sofrida, de vida tumultuosa e morte prematura que ainda hoje desperta paixões e alimenta mistérios.

CASA FLORBELA ESPANCA será local imaterial de peregrinação literária onde os fãs da escritora vão poder conhecer-lhe a intimidade, beber  das ciscunstâncias em que  nasceu uma obra literária tão rica, fruto da vivência de uma feminista convicta, muito à frente no seu tempo. Talvez por isso Florbela , a poetisa, tenha sido  tão desconsiderada, sem honras de destaque no ensino nacional, embora profusamente estudada em universidades de renome mundial.

A CASA, sede deste projeto cultural – que visa devolver Florbela Espanca a Vila Viçosa, a Portugal e ao Mundo –, tem em si as marcas do tempo e de um tempo de profunda negligência. E por isso a primeira semente a crescer ao longo dos próximos meses será a do profundo esforço de reabilitação para que seja possível reerguer, de forma digna, a memória de Florbela Espanca e entregá-la  tão breve quanto possível à fruição de todos os que queiram mergulhar no universo íntimo da escritora.

Intocável como é a memória de Florbela, a CASA manterá traça original sem prejuízo das adaptações necessárias  a uma abertura ao público no futuro.  O objetivo é criar uma experiência autêntica e genuína  que nos envolva nos aspetos da vida quotidiana da poetisa, transportando-nos pelas suas vivências, inspirações e inquietações.

Salvar a Casa da ruína e recuperar os anos em que a sua existência se confundia com Florbela é também o primeiro passo para devolver a Glória a esta MULHER EXTRAORDINÁRIA .

Para perguntas, escreva-nos!

Aguardamos com expectativa a sua resposta!

Escreva-nos!

Obrigado! O seu envio foi recebido!
Oops! Alguma coisa correu mal ao submeter o formulário.